18 de nov de 2010

Aumente seu metabolismo com treino de força!


A obesidade vem alcançando proporções epidemiológicas de acordo com os profissionais médicos. Pesquisas em Atlanta revelam que 56% dos americanos estão com sobrepeso. Esta taxa nos níveis d eobesidade vêm aumentando nas últimas duas décadas e a previsão é que o aumento continue.
Ainda mais, os estudos também revelaram um aumento em outros fatores de complicação da saúde provenientes do ganho de peso. Por exemplo, a diabetes tipo 2, a maior das consequencias da obesidade, também vêm aumentando rapidamente nos últimos 10 anos e se tornou o principal problema de saúde. Obesidade também é o maior causador de doenças cardíacas, artrite e alguns tipos de câncer.

A obesidade não é medida pelo peso total do indivíduo, Ao contrário, a obesidade é calculada pela proporção da composição corporal total do indivíduo. A maioria dos profissionais da saúde concordam que homens com mais de 25% do percentual de gordura corporal e mulheres com mais de 30% são obesos. Isso significa que mesmo que a pessoa tenha um IMC dentro da normalidade ela ainda pode ter um problema de sobrepeso. Se você é daquelas pessoas de meia-idade e seu problema não é o excesso de peso tanto quanto a falta de músculos, então, enquanto perder peso pode ser uma boa coisa, simplesmente detonar os quilinhos não será a melhor escolha.

A perda de gordura sempre deve ser combinada com o ganho de massa muscular. O músculo é metabolicamente ativo, e isso significa que ele gasta calorias, ou energia, para sua manutenção. A gordura, por outro lado, é metabolicamente inativa, então calorias não são gastas para mantê-la. Essa diferença de energias entre músculo e gordura terá um efeito prioritário na sua dieta calórica diária, ou no seu metabolismo basal. A taxa de metabolismo basal significa o mínimo de calorias necessárias para manter as funções vitais e básicas do nosso organismo, como respirar, batimento cardíaco e até dormir. Esse metabolismo basal é produto da idade, sexo, peso e o mais importante, sua composição corporal. Uma pessoa com grande massa magra relativa ao restante do peso corporal, irá queimar mais calorias diariamente do que uma pessoa com peso igual, porém constituído mais de gordura.

Contruir músculos fortes com um treino de força moderado é uma maneira excelente para equilibrar a taxa de musculatura e queimar gordura. Ganhar um corpo mais forte, composto por musculatura, apenas acontece quando o mpusculo é acionado além de sua intensidade normal. É importante ressaltar que apenas um profissional capacitado é capaz de planejar um treinamento de fortalecimento seguro para ganho de massa muscular.

Dra. Pâmela Rosa Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário