27 de dez de 2010

Relação Cintura-Quadril: você está sob risco de doenças cardíacas?

A relação entre a circunferência da cintura e do quadril (RCQ) é um método que foi desenvolvido por Kissebah (1985) para diferenciar as regiões de depósito da gordura corporal, e é um excelente meio para identificar a existência do risco aumentado para doenças cardiovasculares e hipertensão arterial.



O índice avalia se os locais de depósito de gordura seguem um padrão andróide (obesidade central - abdominal) ou ginóide (obesidade periférica - quadril e membros inferiores). O padrão andróide é também chamado de forma de maçã, e é mais comum nos homens, e o ginóide é chamado em forma de pêra e é mais comum nas mulheres.


Para saber se você faz parte do grupo de pessoas com alto risco para desenvolver doenças do coração,é preciso descobrir qual é a relação entre a sua cintura e o seu quadril.

A conta é simples: com uma fita métrica meça a circunferência da cintura e divida este número pela circunferência do quadril (em centímetros).

Resultados superiores ou iguais a 0,8 para mulheres e 0,9 para homens, indicam alto risco para doenças cardiovasculares, sendo que o risco é maior quanto maior for o valor.

Estudos científicos provaram que uma grande concentração da gordura abdominal (próxima ao coração), mesmo sem considerar o grau de obesidade, é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas.

Um dos grandes problemas é saber onde fazer as medidas antropométricas usadas para realizar o cálculo, como a padronização das medidas não é muito difundida, se realizam medidas em pontos diferentes o que gera erros muito grandes quando comparados os resultados. Por isso, o ideal é que procure seu médico para que ele faça a medida corretamente e lhe oriente sobre o que fazer em caso de alterações.

Dra. Priscila Rosa Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário