28/01/2011

Polypodium leucotomos: fotoproteção oral e outros benefícios

O Polypodium leucotomos (uma espécie de samambaia) é uma planta originária da América Central que apresenta propriedades antiinflamatória, supressora de citocinas e inibidora de leucotrienos.

Os europeus já usam o extrato de Polypodium leucotomos há mais de 10 anos para fortalecer o sistema imune.

Propriedades:

Antiinflamatório, estimulante cerebral, fotoprotetor, cicatrizante, antioxidante, imunomodulador, atividade antitumoral, previne o fotoenvelhecimento e protege o DNA celular contra mutações que causam câncer.

Um estudo publicado no Journal of American Academy of Dermatology em 2004 mostrou que a administração por via oral do extrato de Polypodium leucotomos protege a pele dos danos causados pela exposição UV. O estudo foi realizado na Universidade de Miami, recrutou 10 participantes sadios, com pele de fototipo II e III, que foram divididos num grupo que recebeu 7,5 mg/kg de Polypodium leucotomos e outro grupo que não recebeu. Os grupos foram expostos à radiação UV e o grau de eritema foi avaliado 24 horas após a exposição, mostrando-se significativamente menor no grupo tratado com Polypodium leucotomos. As biópsias obtidas do grupo tratado com Polypodium leucotomos demonstraram menos sunburn cells (células queimadas pelo sol), células epidérmicas proliferativas, infiltração dos mastócitos dérmicos e dímeros de ciclobutano pirimidina. Foi observada também uma tendência de preservação das células de Langerhans.

Os estudos demonstraram que na composição desse extrato seco, estão presentes os ácidos ferúlico, caféico, vanílico, p-cumárico e clorogênico. Essa rica composição pode explicar os efeitos fotoprotetores e a potente ação antioxidante e antiinflamatória.

Um estudo publicado em 2.000 na Revista Methods & Findings in Experimental & Clinical Pharmacology, avaliou os efeitos de 2 doses de Polypodium leucotomos em comparação ao placebo sobre a performance cognitiva, o padrão de atividade bioelétrica do cérebro e os parâmetros hemodinâmicos cerebrais em pacientes com demência senil do tipo vascular e Alzheimer, de leve a moderada. Comparou os efeitos da dose de 720mg/dia, com a de 360mg/dia e com placebo. Os pacientes que receberam 360mg do extrato de Polypodium apresentaram melhora significativa da performance cognitiva após o tratamento, o que não foi observado nos pacientes tratados com placebo ou com a dose de 720mg/dia. O extrato de Polypodium também promoveu aumento da velocidade do fluxo sangüíneo cerebral nas artérias cerebrais dos pacientes com Alzheimer, além de uma aceleração do padrão eletroencefalográfico.

Ótimo não?



Indicações:
- indicado para fotoproteção oral;
- auxiliar no tratamento de demência senil, do tipo Mal de Alzheimer ou deterioração mental,
- psoríase, dermatites e previne o fotoenvelhecimento.

Posologia Recomendada:
- Fotoproteção: 240 mg diários.
- Mal de Alzheimer: 360 mg diários.

Efeitos Colaterais:
- Até o momento não foram estudados efeitos colaterais.


Uma das fórmulas vendidas prontas em farmácias é o Heliocare, produto que possui na sua composição o Polypodium, betacaroteno e chá verde, todas essas substâcias contêm propriedades de fotoproteção e antioxidantes.


O Polypodium também pode ser manipulado em cápsulas de 240mg e tomado 1x ao dia.




Dra. Priscila Rosa Pereira.