28 de ago de 2011

Alimentos que desintoxicam seu corpo e turbinam a sua saúde


Alguns alimentos ajudam a eliminar as toxinas e impurezas do organismo de forma natural.

Basta exagerar um pouco no consumo de guloseimas e petiscos que a intoxicação lhe causa falta de apetite, inchaço, náuseas, vômitos e diarréia, entre outros sintomas.

Sem falar daquela sensação de estufamento, que mesmo tendo comido pouco, parece que você passou da conta. A desintoxicação consiste no processo de eliminação dos excessos e das toxinas acumuladas no organismo.

Essas toxinas são substâncias nocivas encontradas em aditivos, conservantes, corantes, adoçantes ou mesmo na poluição.

Se por um lado, a alimentação pode causar intoxicação, por outro lado, existem alimentos como frutas e grãos, que ajudam a desintoxicar o organismo de forma natural e saudável.


Veja uma lista com alimentos mais recomendados para desintoxicação:

- Abacaxi: é diurético, facilita a digestão, especialmente de carnes, e desobstrui o fígado.

- Arroz integral: rico em fibras, ele faz o intestino funcionar melhor e favorece a eliminação de toxinas, mantendo a pele saudável.

- Maçã: é rica em fibras, que funcionam como uma esponja dentro das artérias limpando o sangue do colesterol. É recomendada nas afecções de estômago, bexiga e rins. Antiácida, ativa o fígado e dissolve o ácido úrico, que retém líquidos no organismo.

- Mel: além de adoçar sucos e chás, ele pode ajudar a tratar muitas doenças, como gripe, asma, amigdalite e bronquite. Delicioso e fresco ainda auxilia problemas de circulação e dos músculos.

- Melancia: tem propriedade refrescante e diurética, ajudando a limpar o organismo. Uma ótima receita é preparar o suco de melancia com gengibre, outro poderoso desintoxicante

- Laranja: tem ação desintoxicante e auxilia o funcionamento intestinal, principalmente quando ingerida com o bagaço.

- Gengibre: estimula a digestão, alivia a constipação intestinal e ativa o metabolismo. Contém quantidades pequenas de vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio. É rico em fibras e é usado como um alimento digestivo e refrescante.

- Couve: carrega doses de ferros, que ajuda na formação de hemoglobina que transporta oxigênio para os tecidos.

- Berinjela: é muito digestiva, nutritiva e laxante, por esse motivo é indicada nos casos de indigestão e prisão de ventre.

- Hortelã: é uma erva rica em vitaminas A,B e C, minerais (cálcio, fósforo, ferro e potássio), que exercem ação tônica e estimulante sobre o aparelho digestivo, pode ser utilizada em chás, saladas e preparações em geral. Uma boa pedida é o suco de abacaxi com hortelã.

- Salsão: contém quantidades pequenas de vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio. É rico em fibras e é usado como um alimento digestivo por favorecer o trânsito intestinal.

- Pepino: é um alimento que possui baixa quantidade de calorias (cada 100 gramas contém apenas 10 kcal). Aproximadamente 90% de sua composição é de água, possui boa quantidade de fibras, sendo importante para o sistema digestivo.

- Brócolis: boa fonte de antioxidantes que ajudam a amenizar os estragos causados pelas toxinas. Evita a ação dos radicais livres e diminui os efeitos do envelhecimento.

- Chá verde: possui propriedades desintoxicantes e promove uma série de benefícios, como o auxílio no tratamento e prevenção do câncer, do colesterol, da hipertensão, do diabetes e de doenças cardiovasculares. É conhecido também por suas propriedades termogênicas.

- Coco: contém fibras insolúveis que promovem melhor regulação da função intestinal, além de prevenir tumores no intestino.

- Limão: tem o poder de alcalinizar todos os líquidos corporais e assim harmonizar todo o metabolismo permitindo que os sistemas de trocas e transportes celulares funcionem melhor.

- Linhaça: rica em ômega 3 e 6 que aumentam a defesa imunológica, ela previne problemas de coração, câncer, doenças autoimunes (como atrite reumatoide) e ainda combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce. Contém fibras que melhoram o trânsito intestinal.

Inclua-os na sua dieta já!

Nenhum comentário:

Postar um comentário