11 de mai de 2011

Anabolizantes: perigo!

Anabolizantes ou esteróides androgênicos anabólicos, são hormõnios cujo uso é indicado apenas para quem tem doenças que levam a uma perda de peso crônica, como o câncer ou a AIDS, ou casos de aplasia de medula (onde a medula óssea deixa de produzir glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas) ou quando há necessidade de estimular o crescimento em crianças com problemas hormonais ou neuromusculares.

De fato, essas substâncias fazem com que o balanço de nutrientes fique mais equilibrado, isso porque eles atuam como recrutadores dos nutrientes. Ao usar hormônios como a testosterona ou o GH (hormônio do crescimento) o organismo necessita de uma maior ingestão de proteínas, carboidratos e gorduras que serão essenciais para fornecer energia e ajudar no aumento da massa muscular. Agem melhorando a performance e aumentando a força. Sua venda é restrita justamente por causa dos efeitos colaterais que possuem, principalmente quando usados por pessoas sem os problemas descritos acima, ou seja, sem indicação.

Os efeitos colaterais podem ser problemas cardíacos, pressão alta, calvície, hipotireoidismo, alucinações, agressividade, acne, dependência, perda de memória, hipercolesterolemia e problemas hepáticos como cirrose ou câncer. Podem levar também à morte súbita. Nas mulheres podem causar crescimento de pêlos, aumento do clitóris, engrossamento da voz, diminuição dos seios, alterações menstruais e um corpo masculinizado.

A grande parte da venda dos anabolizantes provém do mercado negro nas academias ou internet, sendo que é impossível saber sua procedência, qualidade e pureza. Será que a substância presente no frasco é mesmo a que você acha que é? Alguns mais inconsequentes chegam a injetar anabolizantes de uso veterinário, que é totalmente contraindicado para qualquer pessoa.

É um grande paradoxo as pessoas buscarem na academia um corpo forte e bonito que representa uma imagem de saúde e vitalidade através do uso de substâncias que lhes causarão graves problemas de saúde.

Cuidado! Se quer melhorar a performance no treino e ganhar mais massa muscular, siga uma dieta balanceada, capriche na dedicação ao treino e use suplementos com registro na Anvisa após avaliação e orientação médica.

Dra. Priscila Rosa Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário