26 de jun de 2011

Pele nova com peeling: o tratamento mais desejado do inverno!


Alguns são indicados para quem sofre (ou sofreu) com as espinhas - com agentes secativos, diminuem o processo inflamatório e combatem as cicatrizes deixadas pela acne. Outros trazem ativos clareadores para suavizar as manchas de sol. Ainda existem os que estimulam o colágeno e, assim, retardam linhas finas e flacidez. Tem também aquele que vai dar uma levantada na expressão para você chegar renovada a uma festa importante. Isso só é possível graças à variedade de opções, que se diferenciam pela substância utilizada ou pela profundidade de ação do procedimento. Melhor: diferentemente do que acontecia há alguns anos, o peeling traz menos desconforto durante e depois da sessão. Em alguns casos, como o de diamante, cristal ou vinho, pode ser feito até na hora do almoço, pois não deixam o rosto vermelho demais, descamado ou com casquinhas.


Linhas finas
Entre 25 e 30 anos, elas já começam a aparecer, principalmente na região dos olhos e na testa. Tratá-las logo de cara é a melhor pedida para não evoluírem rapidamente para rugas mais profundas.


Mancha e sarda
A primeira, com o nome médico de melasma, atinge principalmente o buço e as maçãs do rosto e ganha força com a alteração hormonal provocada por gravidez, pílulas anticoncepcionais, tratamentos contra infertilidade e alterações da tireóide. Tudo porque os hormônios fazem a pele se pigmentar mais facilmente sob a radiação ultravioleta. O sol também é o gatilho para aumentar o tamanho das sardas ou das pequenas manchas solares, as melanoses.

Cicatriz de acne
Além de dolorida e antiestética, a acne ainda pode deixar o rosto marcado. Mas saiba que dá para prevenir a formação desse tipo de cicatriz (quando o sinal ainda está avermelhado) ou tratá-la (para quem sofreu com o problema na adolescência) com peeling. Quem tem lesões no rosto, como espinhas inflamadas e com pus, deve tomar antibióticos orais para secar a área antes do tratamento.

Cravos
Entre as regiões mais atingidas pelos pontos pretos, estão o nariz, a testa e o queixo, a área conhecida como zona T. Nela, a oleosidade da pele costuma ser maior em comparação ao restante do rosto. Apesar disso, o peeling pode ser feito no rosto todo.

Flacidez
A partir dos 30 anos, há uma queda natural na velocidade com que as células se renovam. Resultado: a produção das fibras que dão elasticidade e sustentação à pele também diminui, fazendo surgir os primeiros sinais de flacidez, geralmente nas pálpebras inferiores e na região da mandíbula. Esses efeitos são mais intensos devido à genética e aos maus hábitos, como fumar e se expor demais ao sol.

Aspecto cansado
Stress, noites maldormidas, excesso de balada, bebida alcoólica e cigarro são alguns dos vilões que roubam o viço e a hidratação da pele e deixam a textura dela áspera. Para reverter o quadro, existem os peelings de efeito Cinderela, que dão um up imediato ao rosto - ideais para o dia daquele evento especial.

Para cada indicação há um peeling específico para ser usado. O ideal é passar por uma avaliação prévia. Mas lembre-se que o inverno é a estação do ano ideal para fazer esse tipo de tratamento, já que a exposição ao sol pode acabar piorando o aspecto da sua pele e causando até manchas! Por isso, não perca tempo e corra já pra DUE!

Dra. Pâmela Rosa Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário