8 de ago de 2011

MICROPIGMENTAÇÃO – MAQUIAGEM DEFINITIVA DUE



A micropigmentação, popularmente conhecida como maquiagem definitiva, é uma técnica que permite corrigir e acentuar traços naturais do rosto. Além de facilitar a vida de quem perde horas em frente ao espelho se maquiando todos os dias, a maquiagem definitiva ainda pode corrigir imperfeições e cobrir cicatrizes.


O método permite corrigir sobrancelhas finas, desiguais, com falhas ou até mesmo refazê-las em caso de perda total de pêlos. Com a micropigmentação pode-se também acentuar o contorno dos olhos para dar mais expressividade ao olhar e corrigir lábios muito finos, desiguais, sem cor, sem contorno e ainda camuflar determinadas manchas ou cicatrizes.


Antes de se iniciar o processo, é feito uma maquiagem simulada no rosto da cliente para uma pré-aprovação do desenho para evitar resultados indesejados. O desenho é criado de acordo com as técnicas do visagismo respeitando o formato do rosto e a personalidade da cliente, para garantir um contorno harmonioso e natural. A tonalidade do pigmento é escolhida de acordo com a tonalidade da pele, pêlos e olhos, para garantir a naturalidade.


O procedimento de pigmentação é realizado com um aparelho chamado dermógrafo, que possui agulhas apropriadas para maquiagem definitiva. Todos os materiais utilizados devem ser descartáveis e corretamente esterilizados, para segurança da cliente e também do profissional. Por isso, procurar locais adequadamente normatizados fazem toda a diferença para um bom resultado e para a sua saúde!

Para a realização da micropigmentação são utilizados cremes anestésicos específicos, que diminuem a sensibilidade e desconforto durante o procedimento. Ao finalizar a micropigmentação a cor parecerá mais escura do que no resultado final, chegando a clarear até 50% no período de cicatrização. Por isso é fundamental que a cliente retorne em 30 dias para uma análise final do profissional, que irá avaliar a necessidade de possíveis retoques para corrigir falhas e fixar a pigmentação.

É importante salientar que a micropigmentação não é igual a uma tatuagem tradicional, pois ela não agride tão profundamente a pele e os pigmentos utilizados são específicos para sobrancelhas, olhos e boca. Na maquiagem definitiva o pigmento fica depositado na camada mais superficial da pele (camada basal germinativa), o que causa uma lesão bem leve. Portanto, a maquiagem não dura tantos anos como a tatuagem e precisa de retoques periódicos para que não desbote.


Normalmente os retoques devem ser feitos a cada dois anos, dependendo da região que foi realizada, das características da pele e dos cuidados pós-procedimento.




Danielle Dellecave – Cosmetologista e Esteticista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário