20 de set de 2011

Especial Manchas: as inimigas da pele



As manchas escuras sempre preocupam e são causadas por uma disfunção na produção e distribuição da melanina, pigmento natural que oferece coloração e proteção à pele, produzido pelo estímulo dos raios solares, principalmente os UV.


CAUSAS DAS MANCHAS:



  • Esposição cumulativa aos raios solares UVA e UVB;


  • Perturbações hormonais (uso de pílula anticoncepcional, reposição hormonal, gravidez, etc);


  • Envelhecimento cutãneo que também gera um freio nas funções epidérmicas (a melanina não chega tão homogênea à superfície);


  • Hereditariedade: a pré disposição ao aparecimento das sardas é genética

TIPOS DE MANCHAS ESCURAS:




  • MELASMA OU CLOASMA: aparecem na face, testa e região do buço. Mais frequentes em mulheres devido à disfunção hormonal. Sua manifestação é agravada com o sol.


  • LENTIGOS SOLARES OU MELANOSES SOLARES: Mais comuns, são causadas pelo fotoenvelhecimento (ação cumulativa do sol na pele e que começa a aparecer após os 30 anos)nas regiões mais expostas ao sol (rosto, braços, dorso das mãoes, ombros e colo). São também chamadas de manchas senis, apesar de não serem exclusividade das pessoas mais velhas; caso cocem ou descamem podem se transformar em lesão pré-cancerosa.




  • SARDAS: Sua origem é genética e costuma acontecer em peles claras. São desencadeadas pelo sol logo na infância (entre 7 e 8 anos).




  • FITOFOTODERMATOSE: Mnachas causadas por substância fotossensibilizante (limão, figo, perfumes, etc) após exposição ao sol;



  • HIPERPIGMENTAÇÃO PÓS-INFLAMATÓRIA: Mancha que surge após algum processo inflamatório na pele. Isso acontece porque toda vez que ocorre uma infecção na pele, sob o sol, há uma maior produção de melanina no local, o que é normal, faz parte da resposta natural de defesa do corpo. Por isso, é comum ver pessoas com a pele acnéica manchada, pois muitas vezes elas tem o hábito de cutucar as espinhas, machucando a pele e o ferimento em contato com o sol desencadeia oo aparecimento de manchas.



As manchas aparecem as vezes depois dos 30 anos, mesmo tendo se cuidado com alta proteção, porque até os 20 anos a maioria das pessoas que não se protegeu devidamente desde criança, esgotou quase totalmente seu "capital de sol", ou seja, a sua cota de exposição ao sol para a vida toda, já que os efeitos nocivos do sol são cumulativos. O sol que uma pessoa se expõe até seus 20 anos é responsável por até 80% das alterações de pele como manchas, câncer e envelhecimento precoce.




TEMPO ESGOTADO! "Capital Solar" é o número de horas que a pele é capaz de suportar, desprotegida, sem mostrar sinais de envelhecimento. Os raios solares tem efeitos cumulativos (memória das células). Todos nascem com uma cota pré-determinada de exposição solar, o que é chamado de capital sol, menor para as peles claras e maior para as peles escuras. Os efeitos dos raios UVA/UVB vão se acumulando, com o passar do tempo e quando o capital sol se esgota aparecem problemas como as manchas. Por isso, você deve usar um bom protetor solar, já que não está livre das consequ~encias dos excessos das exposições anteriores.


Estudos mostram que nós temos por volta de 3.650 horas. Se você tem 30 anos e toma uma hora de sol por dia desde os 15 anos, sua conta está em 5.475 dias, ou seja, seu saldo de capital solar já está negativo! E não estamos falando de 5.475 dias de praia. Mesmo na rua, indo para o trabalho, as pessoas são atingidas por tipos de radiação que agem de maneira diferente sobre a pele.


Dra. Pâmela Rosa Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário