1 de set de 2011

Tempere sua salada e veja como ela pode ficar uma delícia!

Varie nos temperos para deixar sua salada mais atraente e nutritiva: ervas, molhos e condimentos dão aroma, sabor e saúde ao seu prato.

Componentes mais do que indispensáveis em qualquer tipo de salada, os molhos, temperos e ervas enchem o prato de sabor e dão aquele colorido todo especial à comida. Além de fazer um bem enorme à saúde. Escolha a salada de sua preferência e coma à vontade.

As folhas apresentam baixíssima quantidade calórica devido à elevada quantidade de água. Além disso, por ser rico em fibras, o prato dará maior saciedade, evitando que cometa algum excesso entre as refeições. Porém, cuidado com os molhos. Prefira os mais leves à base de iogurte, azeite e outros mais saudáveis.

Confira 10 dicas para deixar sua salada ainda mais turbinada e gostosa:

Azeite: na onda das dietas ricas em gorduras do bem, o azeite faz o maior sucesso e não é por acaso. Rico em vitamina E, antioxidante essencial a saúde, ele compõe o grupo das monoinsaturadas, que fazem bem para saúde do coração. Muitas pesquisas têm relacionado ainda, o consumo regular do azeite a efeitos bactericidas, a efeitos analgésicos e a efeitos preventivos, em casos de fraturas e vários tipos de câncer (como os de cólon e mama).

Vinagre: além de saboroso, ele tem propriedades medicinais importantes como baixo valor calórico e substâncias antioxidantes que o tornam um coadjuvante contra a hipertensão e a má digestão. Um estudo da Universidade de Michigan (EUA) sugeriu que consumir cerca de 4 colheres de chá (20 mililitros) de vinagre branco por dia reduz em 30% a resposta glicêmica do organismo, regulando os níveis de insulina no sangue.

Molho branco: embora muito saboroso, o molho branco é extremante calórico por combinar queijo e creme de leite, por isso, ou evite consumi-lo em grande quantidade ou opte por uma versão light, substituindo os produtos mais calóricos. Troque o creme de leite por iogurte natural e o queijo por outro mais magro, como o branco.

Hortelã: refrescante e leve, combina com tomate, pepino, iogurte e abobrinha. Além de seu sabor e refrescância, é um excelente remédio para os males do estômago.

Coentro: as sementes de coentro sempre foram conhecidas como especiarias de caráter curativo. Na Europa, elas são chamadas de "planta anti-diabética" e na Índia são utilizadas por suas propriedades anti-inflamatórias. Nos EUA, as sementes estão sendo estudadas por sua capacidade de reduzir o colesterol. As sementes de coentro também funcionam como um estimulante para o estômago e o intestino, o que faz delas uma iguaria para ser consumida como aperitivo antes das refeições.

Manjericão: a erva fresca e aromática só deve ser adicionada ao final das preparações depois de terminado o cozimento ou em pratos frios para sofrer danos.

Açafrão: o pó de cor amarelada ou avermelhada confere cor e sabor ás saladas. Cai bem misturado ao vinagrete e em molhos em geral.

Molho de iogurte: além de ser mais saudável e nutritivo, ele dá um gosto azedinho e refrescante a sua salada. Opte pelo iogurte light com baixo teor de gorduras. Mais que um molho com poucas calorias, ele é uma fonte de cálcio importante e pode prevenir problemas futuros com os ossos. Sugestão: ¼ de copo de iogurte natural; ½ lata de creme de leite light; sal, pimenta do reino e orégano a gosto; 01 colher (café) de molho de soja. Modo de Preparo: junte os ingredientes do molho. Bata por 5 minutos. Tempere a salada. Sirva gelada. Calorias: 39 Kcal.

Páprica: é o pó que se extrai da pimenta ou do pimentão desidratado, conferindo um toque apimentado às saladas.

Salsinha: a salsinha é rica em vitaminas A e C. Ela é ótima para aliviar dores no estômago e eliminar gases do estômago e intestino. Esta hortaliça atua nos distúrbios urinários por ser um diurético natural, que ajuda os vasos sanguíneos a eliminarem o excesso de líquido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário