29 de out de 2011

Fortaleça a musculatura íntima!



O nome técnico da musculatura íntima feminina é "Assoalho pélvico". Toda mulher pode (e deve!) exercitar o seu para mantê-lo forte e ativo.

Na cavidade pélvica estão órgãos como útero, ovários e bexiga. Ela se estende da sínfise púbica (osso logo acima do clitóris) até o cóccix (pequeno osso logo acima do ânus, final da coluna vertebral). A cavidade pélvica é aberta na parte superior, onde se comunica com a cavidade abdominal, e inferiormente, onde forma uma abertura de cerca de 10 centímetros na mulher adulta, o que permite o parto. Esta abertura inferior é fechada por uma espécie de "cama elástica" chamada assoalho pélvico, que é perfurada por três canais: uretra, vagina e reto. O assoalho é formado por fáscias, ligamentos e músculos. Em seu conjunto, é formado por 13 músculos.


Deixar o assoalho pélvico enfraquecer pode causar diversas desordens e doenças como: Incontinência urinária, anorgasmia, dor pélvica crônica, etc. Estes são problemas comuns na vida das mulheres, especialmente depois de uma sucessão de partos ou com a chegada da menopausa.


A correção, em praticamente todos os casos, sempre foi cirúrgica. Felizmente, a medicina e a fisioterapia há duas décadas vêm focando na prevenção em vez da reabilitação, então hoje já é possível evitar o enfraquecimento e, com isso, prevenir os transtornos. Como qualquer outro músculo, o assoalho pélvico deve ser exercitado, mantido forte, sadio e ativo durante toda a vida da mulher.


O exercício que não esquece de trabalhar essa musculatura é o Pilates. Nas aulas você trabalha vários grupos musculares simultaneamente através de movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, fortalecimento e estabilização do CORE (abdômen, coluna e região pélvica, também chamado de “powerhouse”).


Além de fortalecê-lo nas aulas de Pilates, a propriocepção (noção e organização do esquema corporal) melhora imensamente, e com isso,´fica muito mais fácil entender a anatomia feminina, compreender a ação destes músculos na saúde feminina e, diga-se de passagem até no sexo, que pode atuar aumentando ainda mais o prazer feminino!


Por isso, hoje a mulher não tem mais desculpa! Esperar começar a perder urina, preocupar-se e compremeter sua vida social não está com nada, por isso, previna-se e quanto mais cedo começar a fortalecer sua musculatura íntima assim como os outros músculos do seu corpo, só lhe trarão vantagens!


Dra. Pâmela Rosa Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário