30 de nov de 2011

Grávidas que comem comida gordurosa terão filhos "viciados" em alimentação ruim.

Uma pesquisa da Escola da Alimentação, Agricultura e Vinho da Universidade de Adelaide, na Austrália, sugere que as mães grávidas que mantém uma dieta rica em açúcar e com alto teor de gordura terão bebês mais suscetíveis ao vício nesse tipo de alimentação.


Segundo os pesquisadores, que fizeram testes com ratos, isso acontece porque a dieta rica em açúcar e gordura leva a alterações no mecanismo ligado à recompensa no cérebro fetal, alterando as preferências alimentares.



Isto é, ativa receptores que causam a sensação de bem-estar. A descoberta pode explicar a crescente taxa de obesidade humana, mas também esclarecer por que algumas pessoas simplesmente resistem a alimentos gordurosos e açucarados, enquanto outros parecem irremediavelmente viciados. - Esses resultados vão ajudar a auxiliar as mulheres sobre a melhor dieta durante a gravidez e amamentação para dar a seus bebês o melhor começo na vida.


Para fazer essa descoberta, dois grupos de ratos foram estudado: durante a gravidez e lactação eram alimentados com "ração" normal ou uma dieta composta por uma seleção de alimentos ricos em gordura e açúcar. Depois que os ratinhos foram desmamados, os filhotes de ambos os grupos foram autorizados a escolher suas próprias dietas, padrão ou “a mais pesada”.



Os cientistas descobriram que no grupo de ratos cujas mães ingeriram a dieta pesada, havia altos níveis de receptores de opioides, que causam sensação de bem-estar, logo após terem sido desmamados. Esse grupo também escolheu comer mais dos alimentos gordurosos, em comparação com os filhotes - cujas mães comeram a dieta padrão.



Isso sugere que as crianças cujas mães comem quantidades excessivas de gordura e de alimentos com taxas elevadas de açúcar durante a gravidez ou a amamentação são suscetíveis a ter uma maior preferência por esses alimentos mais tarde, na vida.


Dra. Pâmela Rosa Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário