28 de nov de 2011

Lipoaspiração



É uma das cirurgias plásticas mais realizadas e populares, devido aos bons resultados e a segurança proporcionada na busca da melhora do contorno corporal. É indicado para tratamento da gordura localizada, podendo tratar varias regiões do corpo de uma só vez, mas respeitando o limite máximo de remoção de gordura para preservar a segurança do paciente. É realizada em centro cirúrgico, sob monitoramento e supervisão de um anestesiologista.



A lipoaspiração visa remover os depósitos de gordura que habitualmente localizam-se nos quadris, coxas, abdome, dorso, joelhos e no pescoço. Pacientes com gordura localizada e que não respondem a programas de dieta e exercícios são candidatos ideais para esta cirurgia. Vale lembrar que o procedimento não substitui os bons hábitos de alimentação, exercícios e não deve ser indicado em pacientes obesos que consideram-no a “salvação” em termos de perda de peso.



Atualmente, a recomendação da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) , é de não exceder a retirada de gordura alem de 5 a 7% do peso corporal, ou 40% da superfície corpórea, respeitando o peso ideal, levando em conta uma rigorosa avaliação de idade, exames laboratoriais, doenças pré existentes, tabagismo.



Apesar de sua popularidade, a lipoaspiração deve ser cuidadosamente indicada, pois os resultados dependem principalmente da capacidade de retração da pele no local tratado, após a remoção da gordura subjacente. Esta retração costuma ser mais intensa em pacientes com pele espessa e sem flacidez. Nos casos onde há flacidez de pele além dos depósitos de gordura, procedimentos envolvendo a retirada desta pele (além da gordura) são necessários. Nestes pacientes, a simples remoção da gordura utilizando a lipoaspiração tenderá a acentuar as rugas e dobras decorrentes da flacidez da pele, gerando resultados insatisfatórios. Infelizmente, as irregularidades e depressões causadas pela “celulite” podem não ser eliminadas pela lipoaspiração, embora possa haver algum grau de melhora na aparência estética da região tratada. O resultado da lipoaspiração depende da disciplina alimentar rigorosa, drenagens linfáticas freqüentes, e atividades físicas regulares que potencializam o melhor resultado da lipoaspiração.



A lipoaspiração é realizada através de incisões localizadas nas dobras de pele ou em locais onde as cicatrizes resultantes ficarão praticamente imperceptíveis. O tratamento consiste na aspiração de gordura utilizando cânulas ôcas de diferentes tamanhos para modelar as regiões tratadas. Em geral, a cirurgia começa com cânulas de maior diâmetro e as cânulas mais finas são utilizadas posteriormente na moldagem final da região. Através da criação de túneis e de movimentos de vai-e-vem, a cânula deve aspirar os depósitos localizados abaixo da pele de forma uniforme, evitando assim o aparecimento de irregularidades no contorno corporal.



Pacientes submetidos à lipoaspiração devem manter repouso absoluto durante os primeiros dias, ingerindo grande quantidade de líquidos isotônicos para repor os fluidos perdidos durante a cirurgia. O paciente deve evitar levantar-se rapidamente e realizar qualquer esforço, pois a ocorrência de tonturas é bastante freqüente neste período. O inchaço é normal após este procedimento e começará a melhorar após 1-2 semanas, assim como as manchas roxas. É fundamental proteger-se do sol por pelo menos 2 meses, para evitar a ocorrência de manchas na pele. Visando acelerar a reabsorção do inchaço e auxiliar a cicatrização dos tecidos, uma cinta de suporte deve ser utilizada por cerca de 4-6 semanas. A realização de fisioterapia é recomendada pelos mesmos motivos e pode ajudar a evitar o aparecimento de irregularidades e depressões nas áreas tratadas. Como na maioria das cirurgias plásticas, o contorno final só pode ser apreciado após pelo menos 2-3 meses. Os pontos são normalmente removidos após 7-10 dias e o retorno às atividades físicas é permitido após 3-4 semanas.



A técnica de lipoaspiração alcançou enorme desenvolvimento nos últimos anos, ficando cada vez mais segura e menos agressiva. Ganhou fama de perigosa com a divulgação de casos mal sucedidos, mas tem ótimos resultados e muita segurança, desde que realizada por especialista e em ambiente hospitalar adequado. Existem três tipos de lipoaspiração – todas com a mesma finalidade, retirar gordura: a lipoaspiração tradicional, que são cânulas ligadas a um aparelho de aspiração; a lipoaspiração com seringa, cânulas conectadas a uma seringa em que se faz um vácuo e vai-se aspirando a gordura com a seringa; e a vibrolipoaspiração, cânulas ligadas a um aparelho que faz um movimento de vai e vem e é conectado a um aspirador. Na lipoaspiração tradicional se faz a aspiração da gordura através das cânulas. As cânulas têm um suporte para as mãos, fazendo a retirada da gordura com movimento de vai e vem, entrando e saindo da gordura do tecido que se quer lipoaspirar. A técnica é muito boa, desde que realizada por cirurgião experiente. Ainda é a mais utilizada. A maioria dos cirurgiões faz lipoaspiração desta forma por ser a técnica mais antiga, mais divulgada e de menor custo. As cânulas são reutilizadas após serem lavadas e esterilizadas como todos os materiais cirúrgicos. Mas a tendência é que caia em desuso devido à evolução dos aparelhos. A lipoaspiração com seringa é ótima também, principalmente para retirada de material para enxerto. A melhor forma de colher a gordura é com seringa. A cânula é conectada numa seringa, faz-se um vácuo nesta seringa, entra-se na gordura, com movimento de vai e vem retira-se a gordura e com a mesma seringa se coloca no lugar desejado. Existem cirurgiões que só fazem lipoaspiração com seringa.






Requer um pouco mais de experiência porque, por não ter a ajuda do aparelho de aspiração, o cirurgião tem que ter maior controle do vácuo que está fazendo no local. A vibrolipoaspiração pode ser feita com vários aparelhos, entre eles o vibrofit, o vibrolipo e o micro-aire. Nós realizamos a vibrolipoaspiração com o fibrofit, que é um aparelho moderno que usa a tecnologia para auxiliar o cirurgião na realização da lipoaspiração. Ele produz um movimento de vai e vem, diminuindo o trauma nos tecidos. Devido a este movimento, a lipoaspiração é realizada com menor esforço físico para o cirurgião. Com isso, ele pode realizar uma lipoaspiração menos agressiva, com menor trauma nos vasos sanguíneos e na derme, levando a uma retirada de gordura com maior precisão. Devido ao trauma ser menor, diminui-se muito o desconforto, a dor, o edema e as equimoses (manchas roxas) muito comuns no pós-operatório.






Assim sendo, o paciente apresenta uma recuperação melhor e o retorno às atividades normais é em tempo mais curto. Diferenças entre lipoaspiração e lipoescultura: as duas retiram a gordura localizada, mas só a lipoescultura repõe ou enxerta parte da gordura aspirada em outras áreas que precisam de preenchimento, como glúteos, vincos da face, boca, áreas de depressão no corpo.






Anestesia: Local com sedação, peridural ou geral, dependendo do caso.



Tempo de Cirurgia: pode variar de 1 a 4 horas.






Recuperação pós-operatória: Drenagem linfática é praticamente indispensável no pós-operatório, para redução do inchaço e reacomodação da pele. Retração da pele nas áreas lipoaspiradas, para o qual as cintas e malhas também têm importante contribuição.






Cicatriz: Os cortes são pequenos (0,5cm) e ficam sob o biquíni ou maiô. É necessário usar cinta ou malha compressiva no pós-operatório.






Internação: 12-24 horas.



Pós-operatório: Externamente, aparecem inchaços (edemas) e manchas roxas (equimoses), que costumam desaparecer em no máximo um mês. Internamente, a cicatrização ou fibrose provoca endurecimento na região operada que dura de um a dois meses. O resultado final, com a retração da pele que sobra, aparece no espaço de dois a seis meses.

Dr. Jair Maciel

2 comentários:

  1. Very nice post on liposuction. your blog provides us a very great information. Its really very helpful to find result on search engine. Hope to hear more good information related to searching from your side.
    Lipoaspiracao

    ResponderExcluir