14 de jan de 2012

MILIUM: Você conhece???


Sabe aquelas bolinhas braquinhas, pequenas, que adoram ficar bem em volta dos olhos? São os miliuns, e a má notícia é que podem aparecer em qualquer idade e tipo de pele, inclusive em quem tem pele seca.

Existem dois tipos de milium, os chamados de primários e os secundários. Os primários são os menorzinhos, contém líquido no interior e se formam quando a pele morta ao invés de se soltar normalmente fica presa na superfície da pele. Já os secundárias são maiores, e se formam após alguma lesão que obstrue os ductos principais da pele.

As bolinhas em geral tem de 1 a 2mm, não doem, nem coçam, e se não fosse feiozas a gente nem lembraria que elas existem. Pode ser mais comum em quem usa loções com corticóide ou tomou muito sol. Machucados na pele, peelings mal feitos, espinhas espremidas, também são terreno fértil para as tais bolinhas.

O que fazer?????????

1. Primeiro passo:não tente espremer as bolinhas em casa...a chance de infeccionares a pele e não saírem é enorme. Além disso o que era uma bolinha pode terminar sendo um burado no seu rosto, já pensou que horror???...o ideal é que um profissional capacitado faça uma pequena incisão e retira o milium (que é na verdade um pequeno cisto), pela raiz. Normalmente não é necessário anestesiar a pele, por isso deve ser feito por alguém que tenha experiência para retirar a cápsula. Se forem várias pequeneninas, os peelings seriados com ácidos podem ser uma opção melhor.


2. Tratamentos com ácidos em casa, como retinóico, adapaleno, etc, também podem ser úteis mas como são medicamentos também precisam ser prescritos pelo médico.


3. Esfoliar a pele uma vez por semana também pode ajudar e evitar o surgimento de novas bolinhas.

4. Evite sol. Por toda a sua vida, fuja do sol no seu rosto!!!!


Na DUE, você pode passar por avaliação médica criteriosa que orientando o melhor método a ser feito pode te indicar os cosméticos ideias e, em necessidade de extração na DUE você faz a retirada e assepssia da sua pele no fim do procedimento, para evitar infecções.

Dra. Pâmela Rosa Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário