29 de jan de 2012

PILATES para prevenção e reabilitação de lesões em DENTISTAS



Ao longo dos anos, os pesquisadores em saúde, tem mostrado a estreita relação existente entre os trabalhadores, suas profissões e a saúde dos mesmos. Pesquisas mostram que houve um aumento significativo de doenças ocupacionais em todas as áreas. Com os cirurgiões-dentistas não seria diferente e eles correspondem a 30% das causas de abandono precoce da profissão.

Os locais mais afetados nesses profissionais são os membros superiores e a coluna vertebral. O que afeta sua capacidade funcional. Pois permanecem estáticos na mesma postura por um longo período de tempo, realizando alguns movimentos repetitivos com os mesmos grupos musculares, tendo que adotar, às vezes, posturas inadequadas para a execução das tarefas. Isso, sem pausa entre os atendimentos, forçando excessivamente o sistema musculoesquelético.

O método PILATES tem sido uma alternativa de condicionamento muscular procurado por muitos profissionais desta área para a manutenção da boa postura e prevenção de lesões, em busca de um corpo saudável e mais resistente.

A incorporação do método nos exercícios de solo e aparelhos permiti que o praticante desenvolva um padrão postural melhor; aumente a flexibilidade e força de forma global; potencializando a coordenação motora e consciência corporal.

Para esse público, é preciso enfatizar os grupos musculares estabilizadores da coluna, cintura escapular e membros superiores, já que durante o atendimento, não são realizados movimentos dinâmicos, de grande amplitude. E a respiração, a concentração e a fluidez de movimentos são princípios do método que permitem a conexão entre a mente e o corpo, dissipando tensões e stress. O que proporciona mais disposição e um melhor desempenho para o dia-a-dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário