28 de abr de 2012

Como ter prazer em exercitar-se:


Sim, exercitar-se pode ser divertido! Aqui vão idéias para ajudar você a se mover além do necessário e começar a realmente gostar de exercícios!

Todos nós já saímos cedo para trabalhar e ficamos indignados observando aquele pessoal correndo e se exercitando de manhã cedinho como se isso fosse a coisa mais prazerosa desse mundo. Eles parecem realmente gostar e não estarem fazendo por obrigação...e nós pensamos por que diabos eles acordam tão cedo, inclusive num sábado ou domingo, colocar os tênis de corrida e sair por aí, no maior calorão ou numa manhã muito, muito fria?

A resposta, é claro, é que essas pessoas passaram daquele ponto onde você se exercita por necessidade e chegaram naquele onde se exercitam por prazer.

Todos temos a capacidade de chegar nesse ponto. Na verdade, é como se fosse os sapatinhos vermelhos da Doroty (do Mágico de Oz), ele sempre esteve lá! Chama-se brincadeira. Ou como profissionais do fitness gostam de chamar, "o fator divertimento".

Há uma teoria de que se for divertido, não será uma obrigação, e você vai querer fazer.

Existem duas formas de aumentar o grau de diversão da sua atividade física: minimizar a monotonia e a rotina e aumentar a variedade e o prazer do exercício.

Outra dica: isto não envolve ficar checando número de batimentos cardíacos ou fazendo repetições sem graça de exercícios aeróbicos chatos.

Tente fazer coisas que você gostava quando criança, coisas que eram naturalmente atléticas. E procure um treinador que lhe sugira exercícios e esportes variados e que não sejam chatos de fazer, ou que não exijam um esforço absurdo.

Rolar no chão, lutar, correr num parque ou na praia, jogar bola, andar de patins...é tudo uma questão de sentir seu corpo e o ambiente ao seu redor (a brisa, a grama, o mar...).

Pesquisas dizem que quem pratica uma atividade física divertida tem uma redução nos seus níveis de stress muito maior do que quem simplesmente pratica um exercício sem prazer. Mas apenas você mesmo pode definir o que é divertido pra você. Se você gosta de se socializar, provavelmente vai curtir mais atividades em grupo, como jogar bola, caminhar com alguém, aulas de dança...já para quem gosta de natureza, esportes como surf, escaladas, trilhas ou ciclismo podem ser os mais prazerosos.

E para quem gosta de desafiar seus limites e é mais competitivo, atividades como maratonas, corridas ou lutas podem ser as melhores.

O segredo é investigar e experimentar diversos tipos de atividades.

Lembre-se, mesmo atletas profissionais possuem momentos de desânimo e falta de vontade. E mesmo eles, ficam entediados às vezes.

Durante o exercício você tem que estar em contato com seu corpo, pensando na respiração, nas sensações que está tendo, nos benefícios que aquele momento lhe traz. Em vez de ter como objetivo o emagrecimento de tantos quilos, ou ganho de músculos, você tem que pensar no benefício para a sua saúde. Colocar metas como essas de emagrecer ou ganhar massa muscular, podem tornar o exercício frustrante e fazê-lo querer desistir logo.

A moral da história: pare de focar num objetivo e quase se matar para atingi-lo (abandone a busca do corpo perfeito) e em vez disso, aguçe sua curiosidade por diversos tipos de exercícios que nunca experimentou e comece a pensar como seria a sensação se você os praticasse.

Se interesse mais pela sensação de prazer e bem estar que a atividade física pode lhe dar, e assim você fará exercício com menos esforço ou tensão e mais divertimento!

Diversifique, invente, brinque...o importante é se mexer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário