26 de jun de 2012

Picolinato de cromo: a nova promessa para resistir aos doces

A última novidade entre os remédios para emagrecer é o picolinato de cromo, mineral que teria a capacidade de inibir a vontade de comer doces.

A relação das mulheres com doces quase sempre beira o vício: impossível viver sem, complicadíssimo comer pouco. Mas há no horizonte uma alternativa para combater a fissura: o picolinato de cromo, um suplemento alimentar que teria a capacidade de inibir a vontade de comer doces. O cromo é um mineral fundamental para o funcionamento do organismo. Sua função é potencializar a ação da insulina, controlando a glicemia e os lipídeos, prevenindo o diabetes e ajudando a manter o metabolismo saudável. Por isso a ingestão diária de picolinato em cápsulas (o cromo na sua forma sintética), vendidas em lojas de suplementos e de alimentos naturais, pode ajudar quem come açúcar demais a se controlar e, por tabela, contribuir com a perda de peso.



"Ao aumentar os níveis de insulina, ele melhora o recebimento de glicose e controla os níveis de açúcar no sangue. Com isso, há ganho de energia, queima de gorduras e maior construção muscular", enumera a nutricionista carioca Patrícia Davidson Haiat, uma das maiores especialistas do país em alimentos funcionais. "Em meu consultório, calculo que 90% dos pacientes têm loucura por doces ou carboidratos simples, que também viram glicose pura", contabiliza. Renata Pereira, 25 anos, é uma delas. "Sempre foi um sacrifício não comer doces e voltei de uma temporada de estudos em Roma completamente viviada em massas", diz. Hoje, três meses depois de começar a tomar o picolinato de cromo, a analista de marketing perdeu quatro quilos. "Não que eu não tenha vontade de comer doces, mas não sinto mais aquele desespero. Antigamente até deixava o prato principal em função da sobremesa. Agora estou mais controlada", garante.

Como toda promessa bombástica, ainda faltam estudos conclusivos sobre a eficácia do picolinato de cromo. No entanto, mal ele não faz, desde que seja consumido na quantidade recomendada por um médico ou nutricionista. "Em excesso, o cromo pode causar sintomas semelhantes aos da hipoglicemia, como suor, tonturas e sensação de desmaio, além de dor de cabeça, insônia e dermatites", alerta Patrícia Davidson. Ou seja, tanto vícios quanto antídotos são uma questão de acertar a dose.

(reportagem publicada na revista Vogue de junho/12)