4 de ago de 2012

Dica da DUE:



Quem não conhece alguém que faz dietas malucas onde se fica muito tempo sem comer nada, só bebendo água ou sucos para entrar em forma? Ou ainda alguém que faz aquelas dietas onde se come o dia inteiro um determinado tipo de alimento, como abacaxi ou ovo?

É comprovado que ficar horas sem comer impede o organismo de perder peso pois dificulta a queima de gorduras. As pessoas não entendem como estão ali já que não comem nada. Com o título “Comer para emagrecer”, a nutricionista Bia Rique lançou um livro que explica tudo sobre isso, para quem quiser se aprofundar no assunto e mudar seus hábitos de vida para sempre.

Muito se fala sobre a importância de fracionar as refeições para facilitar a perda de peso, ou seja, comer de 3 em 3 horas. Mas poucos sabem as verdadeiras razões para isso. Bom, vamos entender um pouquinho mais sobre isso!

Sabe-se que passadas cerca de três horas e meia sem se alimentar, o organismo começa a produzir quantidades significativas do hormônio cortisol, conhecido como hormônio do stress. Isso acontece porque, sem alimento, o organismo entra em estado de stress, já que o cérebro precisa de glicose. Esse hormônio é um grande responsável pelo acúmulo de gordura no abdome.

Outro problema é que ao ficar longos períodos sem comer, o metabolismo desacelera. Isso é, na verdade, um mecanismo de defesa do corpo, que começa a poupar energia como segurança, ele acha que você não está comendo porque não tem alimentos disponíveis. É assim que o corpo pensa. Por mais que você ache que vai conseguir se controlar, após ficar longos períodos sem comer, a fome vem, e faz com que você coma bem mais na próxima refeição. Isso ocorre porque o corpo quer recuperar rapidamente a glicemia, e isso faz com que você coma até três vezes mais! E com fome você não tem a mesma capacidade de selecionar o que come, acaba comendo o que ver pela frente não é mesmo?

E você já percebeu que num período muito longo de jejum você acaba nem sentindo mais fome? Isso acontece devido à utilização de massa muscular como fonte de energia, o que não é desejável. Primeiro porque a massa muscular é que mantém o seu corpo firme e saudável, e segundo porque quanto mais massa você tem mais acelerado é o seu metabolismo, o que significa maior perda de gordura! Fracionar as refeições provoca uma redução da capacidade do estômago, diminuindo a fome, a ingestão calória e consequentemente ajudando na perda de peso. Isso tudo sem contar que jejuns prolongados causam falta de concentração, alterações de humor, mal hálito, gastrite, etc.

Vale lembrar que os lanchinhos devem ser compostos por alimentos saudáveis e de preferencia naturais como frutas, sanduiches naturais, castanhas e alimentos integrais.