9 de dez de 2012

90 dias para mudar a programação de seu corpo

Para entrar em forma, segundo o educador físico Marcio Atalla, é necessário resistir às tentações por 90 dias. "Considero o tempo mínimo para obter respostas positivas e uma adaptação concreta", escreve em "Sua Vida em Movimento". Atalla apresenta alternativas para cuidar da saúde sem desculpas. Ele também assina "Segredos do GNT para seu BemStar e o DVD "Vida Saudável", e tenta fazer com que o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, 36, emagreça no quadro "Medida Certa", do "Fantástico". A edição traz alternativas para derrubar o mito da falta de tempo para cuidar da saúde.

Usando casos de alunos, reúne dicas de alimentação, ensina a organizar um programa de exercício e associa o lazer à atividade física. O programa pode ser acompanhado por homens, mulheres, crianças e idosos. "A escola também tem um papel importante na educação e na saúde das crianças", afirma no livro. "A atividade física não desenvolve apenas o aspecto motor, mas também o lado cognitivo". Abaixo, leia o trecho completo sobre os 90 dias: RESISTIR POR NOVENTA DIAS.


"Este é o momento de se comprometer consigo mesmo, assumir a responsabilidade de mudar seu estilo de vida, trazendo mais movimento, fazendo melhores escolhas na alimentação, reservando momentos para dormir e recuperar as energias. Não proponho nada radical, nada impossível. Ao contrário, comida é fonte de prazer e tem que fazer parte da vida de uma forma agradável. Pizza e vinho com os amigos, cerveja com churrasco, sorvete com as crianças, são coisas que precisamos ter na vida. Mas não todos os dias. Tais momentos são especiais, e por isso mesmo não devem se tornar corriqueiros. Até mesmo a preguiça é aceitável uma vez ou outra, um dia que o corpo esteja precisando se recuperar. Mas imagine se diariamente você tomasse chope, comesse no rodízio de pizza e tomasse sorvete? Ou se sua preguiça não fosse embora nunca? O resultado é este que tem se apresentado no mundo e no Brasil: 51% da população com sobrepeso ou obesidade. Dados do IBGE mostram que 59,5 milhões de pessoas sofrem de doenças crônicas no Brasil, ou seja, 31,3% da população.

Eu proponho a você uma meta inicial: vamos fazer do movimento, da atividade física, de boas escolhas na alimentação, a nossa regra, que deve estar presente entre 22 e 24 dias no mês. Nesse caso, você ainda teria entre cinco e seis dias para praticar a exceção. Seu corpo vai entender o que é a regra e o que é excepcional. Nos dias em que sair do padrão, ele vai perceber que se trata de um excesso e vai trabalhar para eliminar o excedente. O desafio é criar um novo padrão para seu corpo funcionar de forma saudável. Foi esse o método que desenvolvi e levei para o conhecimento do público. Primeiro com pessoas anônimas, através das páginas das revistas Época e Marie Claire, depois no Fantástico, quando Zeca Camargo e Renata Ceribelli passaram por essa reprogramação do corpo durante noventa dias.

A fase inicial de mudança de hábitos é difícil. Nosso corpo é inteligente e funciona com o que lhe damos. Se o que oferecemos é pouca ou nenhuma atividade física, além de comidas ricas em gordura, ele entende que deve funcionar nessas situações, e trabalha para manter o equilíbrio de suas funções nesse contexto. Com o tempo, é claro, o corpo "enguiça", e então surgem as complicações e doenças. Quando você inicia a atividade física diária e muda o tipo de alimentação, o corpo a princípio entende isso como uma agressão - afinal o padrão com o qual está habituado a funcionar está sendo alterado. Ele luta contra essa mudança de hábitos ocorre nas primeiras semanas, até nos primeiros meses. Mau humor, preguiça, fome, irritação e até gripe ou infecções oportunistas aparecem. Por isso é fundamental resistir por noventa dias, o que considero o tempo mínimo para obter respostas positivas e uma adaptação concreta. Arrisco dizer que, dependendo do nível de mudança, ou seja, no caso de uma pessoa absolutamente sedentária e que se alimente muito mal, a mudança pode levar ainda mais tempo, por volta de seis meses, para ocorrer de forma definitiva.

A partir de agora, vou mostrar a você, com dicas eficientes, como trazer bem-estar para sua vida nos mais diversos momentos e situações de seu dia. Não há por que negar, adiar ou evitar. O movimento tem que estar, de alguma forma, presente em sua rotina, e com regularidade, para que você possa colher todos os benefícios. É algo fundamental para a saúde, e saúde é o que você precisa para viver bem, antes de qualquer outra coisa. Não há receita pronta para todos. Cada indivíduo tem suas particularidades e deve achar sua maneira de ser saudável conforme lhe for conveniente. Você já deu o primeiro passo: está com este livro nas mãos e deseja mudar sua vida. Hoje já é um novo dia, porque sua cabeça está mudando, e esse é o segundo passo. Você sabe que é capaz, que pode tomar as rédeas de sua vida no momento em que decidir. Vamos em frente. Um passo de cada vez. O caminho pode ser longo, difícil, mas é o único que pode levar a uma vida melhor. Vamos juntos!"

(Trecho do livro "Sua Vida Em Movimento" do Autor: Marcio Atalla)

(Fonte: www1.folha.uol.com.br)