Mesmo com a adoção de uma alimentação saudável e equilibrada,  os nutrientes podem não estar de fato sendo bem aproveitados se houver um  desequilíbrio no órgão responsável por sua absorção. Esse problema é conhecido como Disbiose Intestinal.
Este problema faz com que os nutrientes essenciais como vitaminas, aminoácidos e minerais, não cheguem até as células, deixando o organismo debilitado, comprometendo as suas funções e predispondo a doenças.
Alguns nutrientes importantes possuem ação antioxidante e combatem os temidos radicais livres. Se eles não forem absorvidos, os radicais livres se acumularão e as células vão envelhecer mais rápido, deixando o organismo mais frágil e suscetível a infecções e ao desgaste dos tecidos.
Com a atividade física, a produção de radicais livres é intensa, então a ausência desses nutrientes antioxidantes provenientes da dieta é ainda pior em quem malha. Além disso, a capacidade de formação de energia, eliminação de gorduras e formação de músculos é prejudicada devido a deficiência desses nutrientes.



Fatores como o uso prolongado de antibióticos, antiinflamatórios e corticóides matam tanto as bactérias benéficas como as nocivas no intestino. Sem as bactérias "do bem" (os lactobacilos), as células intestinais ficam desprotegidas e mais suscetíveis aos desequilíbrios e mau-funcionamento.
Maus hábitos alimentares também são uns dos principais fatores responsáveis pelo desequilíbrio da flora intestinal. O consumo excessivo de alimentos industrializados (ricos em aditivos artificiais e agrotóxicos), álcool, alimentos gordurosos, alimentos refinados e proteínas, aliados à um baixo consumo de frutas, verduras e fibras, vão prejudicando a saúde intestinal, causando o acúmulo de toxinas e restos de alimentos nas paredes do intestino, levando a um importante dano na flora intestinal.
O uso de alguns produtos com lactobacilos associados a melhoras na alimentação, ajudam a refazer essa flora intestinal "boa" e exterminar a ruim.