22 de mai de 2014

Ganhar peso demais na gestação aumenta risco de obesidade da criança

Novas evidências demonstram que o ganho de peso exagerado ou insuficiente da gestante está associado ao aumento do risco de seu filho ser obeso na fase pré-escolar.
De acordo com as normas médicas do Instituto de Medicina dos Estados Unidos, as gestantes que estão abaixo do peso devem ganhar de 13 a 18 quilos, as que têm peso normal, de 11 a 16 quilos, as que estão acima do peso, de 7 a 11 quilos e as obesas, de 5 a 9 quilos.



Os pesquisadores acompanharam 4.145 mulheres desde o período anterior à gestação até seus filhos atingirem de 2 a 5 anos. O estudo foi publicado online no periódico "The American Journal of Obstetrics & Gynecology".
O risco de ter um filho com sobrepeso ou obeso aumentou 46 por cento para as gestantes que ganharam mais peso do que o recomendado, em comparação com as que seguiram as orientações. Os pesquisadores levaram em conta os fatores idade, raça, dieta, nível educacional e índice de massa corporal (IMC) das gestantes antes da fecundação, bem como outras características.
O efeito foi ainda mais acentuado nas gestantes que não estavam acima do peso. Para esse grupo, passar do peso recomendado gerou um aumentou de 79% no risco de ter uma criança obesa e ganhar menos peso aumentou esse risco em 63%.
"Mais da metade das gestantes ganham peso demais durante a gestação", observou Monique M. Hedderson, autora sênior do estudo e pesquisadora da Kaiser Permanente no norte da Califórnia. "Apenas 10 por cento das gestantes ganham menos peso que o recomendado".
Fonte: The New York Times.

Nenhum comentário:

Postar um comentário